André Lopes

André Lopes

Não me interessa saber como ganhas a vida. Quero saber aquilo por que anseias, e se te atreves a sonhar com o que o teu coração deseja.

Não me interessa a tua idade. Quero saber se te arriscarias a fazer figura de parvo por amor, pelos teus sonhos, pela aventura de estar vivo.

Não me interessa o que te aconteceu no passado. Quero saber se AGORA chegaste ao âmago da tua própria tristeza, se as traições da vida te abriram ou se murchaste e te fechaste com medo de outras dores.

Quero saber se consegues viver com a dor, a minha e a tua, sem a dissimulares, a atenuares ou a remediares.

Não me interessa saber se o que me estás a contar é verdade. Quero saber se consegues dececionar outra pessoa para seres fiel a ti próprio; se conseguirias suportar a acusação de traição e não atraiçoar a tua própria alma...

Quero saber se consegues ver a beleza, mesmo que não seja agradável, em cada dia e se consegues fazer com que a tua própria vida surja da sua presença.

Quero saber se consegues viver com o fracasso, o teu e o meu, e de pé na margem do lago gritar à forma prateada da Lua cheia: «SIM!»

Não me interessa saber onde vives nem quanto dinheiro tens. Quero saber se consegues levantar-te depois de uma noite de aflições e desespero, esgotado e magoado até aos ossos, e fazer o que seja necessário para alimentar os teus filhos.

Não me interessa saber quem conheces nem como chegaste até aqui. Quero saber se te manterás no meio da fogueira comigo e não a evitarás.

Não me interessa saber onde nem com quem estudaste. Quero saber o que te sustenta no interior, quando tudo o mais tomba. Quero saber se consegues estar sozinho contigo e se na verdade aprecias a tua própria companhia nos momentos de vazio.

Embora tenha passado por tudo o que passei, nao me arrependo das escolhas que fiz. Porque foram elas que me trouxeram ate onde desejei chegar.Trago comigo as marcas e cicatrizes dos combates, elas sao os testemunhos do que vivi e reconpensas do que conquistei. Sao estas marcas e cicatrizes queridas que me vao levar ao meu objectivo. (paulo coelho) Temos de entender que todos nós estamos aqui por uma razão, e basta comprometer-se com ela. Assim podemos rir, dos nossos grandes ou pequenos sofrimentos e caminhar sem medo, conscientes de que cada passo tem um sentido ... Segure a mão da criança que há dentro de você. Para ela, nada é impossível. Todo guerreiro ja ficou com medo de entrar em combate. ... Todo guerreiro já perdeu a fé no futuro. Todo guerreiro já trilhou um caminho que não era dele. Todo guerreiro já sofreu maldades. ... Todo guerreiro já achou que não era guerreiro. Todo guerreiro já falhou em suas obrigações. Todo guerreiro já disse "SIM" quando queria dizer "NÃO". Todo guerreiro já feriu alguém que amava. Por isso é um guerreiro; porque passou por estes desafios, e não perdeu a esperança de ser melhor do que era. Descubra sua própria luz, ou passará o resto da vida sendo um pálido reflexo da luz alheia Um Guerreiro da Luz não tem pressa para nada na vida. O tempo trabalhara a seu favor sempre, se ele conseguir dominar a própria impaciência. Andando cada vez mais devagar, ele nota a firmeza de seus passos. Sabe que, como todos no mundo, que participa de um momento decisivo para a história, e precisa mudar a si mesmo antes de querer mudar o mundo. Como disse Lanza del Vasto, "uma revolução precisa de tempo para se instalar". Pouco a pouco, o guerreiro muda sua vida e vai percebendo as diferenças. Gradualmente, enfrenta desafios maiores, que requerem mais esforço. Um guerreiro da Luz não pode ter pressa para conseguir o que deseja. Ele não pode colher o fruto enquanto ainda está verde. Por isso, ele espera o seu tempo.

Luxury Place

Rua Serpa Pinto n.2 Sesimbra

218 079 238

luxuryplacesesimbra@gmail.com

Acompanhe-nos nas redes sociais